O tratamento depende do diagnóstico e da identificação da causa específica do distúrbio labiríntico. No entanto, o tratamento exclusivamente da causa pode ser insuficiente para a obtenção de resultados favoráveis. A utilização conjunta de outros recursos terapêuticos pode ser indispensável.

Entre estes recursos, incluem-se os medicamentos que podem atenuar os sintomas e facilitar a compensação do distúrbio labiríntico, os exercícios de reabilitação do equilíbrio corporal e uma orientação nutricional para evitar erros alimentares ou hábitos que podem ser importantes fatores agravantes.

O tratamento visa eliminar ou atenuar as tonturas e sintomas associados. Com o tratamento adequado, um número relevante de pacientes tem obtido melhora expressiva ou cura de seus distúrbios labirínticos.

No caso específico da Vertigem Posicional Paroxística Benigna (V.P.P.B.), estarão indicadas manobras terapêuticas de reposicionamento canalicular, conforme o canal semi-circular acometido.

Manobra de Epley

Se você tem algum tipo de tontura, os cuidados médicos são essenciais para a orientação diagnóstica e terapêutica personalizada para o seu caso. Nunca tome medicamentos por conta própria.